Hidratação e alimentação correta ajudam a recuperar organismo debilitado pela dengue

Oi pessoal, em tempos de chuvas e mais chuvas precisamos nos informar sobre prevenção, tratamento e recuperação da DENGUE. Por isso, seguem algumas dicas sobre hidratação e alimentação.

1) O que é a Dengue?

Uma doença causada por um vírus (Flaviviridae) transmitido por meio da picada da fêmea contaminada do mosquito Aedes aegypti. A doença pode se manifestar de duas formas: a dengue clássica, cujos sintomas são mais brandos e a hemorrágica, forma mais grave da doença. Em ambos os casos, a pessoa deve buscar ajuda médica imediata quando os sintomas começam a se manifestar. São eles: febre alta, dores de cabeça, nas costas e articulações e dores na região atrás dos olhos.

Para o caso de dengue hemorrágica, forma menos comum da doença, deve haver um rigoroso acompanhamento médico em função dos possíveis casos de agravamento com perdas de sangue e choque circulatório.

Para o caso da dengue clássica, os sintomas são tratados com alguns medicamentos orientados pelo médico e recomenda-se repouso, alimentação equilibrada e a ingestão de muito líquido.

 

2) Qual é a melhor alimentação a ser seguida em caso de Dengue?

O objetivo das dicas a seguir é mostrar a melhor alimentação para enfrentar a virose e como manter o organismo bem hidratado, evitando quedas de pressão e a evolução da doença para a sua forma hemorrágica, embora outros fatores possam estar envolvidos nesse processo. De acordo com o Ministério da Saúde, a suscetibilidade em relação à dengue hemorrágica não está totalmente esclarecida.

- A dieta deve ser leve e de fácil digestão e absorção, uma vez que os pacientes apresentam mudança em sua flora intestinal, com o crescimento de organismos patogênicos, devido ao estado febril;

- Uma boa alimentação à base de frutas e hortaliças variadas e carnes magras é imprescindível para aumentar a resistência imunológica e manter o organismo nutrido;

- O consumo de alimentos ricos em ferro (carne vermelha magra, por exemplo), além de frutas e sucos ricos em vitamina C (acerola, laranja, limão etc) são importantes para aumentar a absorção de ferro pelo organismo, caso o doente esteja com um quadro de anemia;

- Hidratação é fundamental: além do soro aplicado ambulatorialmente, é preciso beber muita água para hidratar o corpo e fazer repouso. Recomendam-se também a ingestão regular de soro caseiro, sucos de frutas, chás em geral e água de coco;

- Pessoas sem apetite devem ser estimuladas a ingerir muito líquido e consumir pequenas porções de alimentos a cada 2 a 3 horas.

- Também existem complementos alimentares enriquecidos com vitaminas e minerais que podem ajudar esses doentes a recuperar o estado nutricional que se encontra debilitado. Esses complementos podem ser dissolvidos em leite, caldos, sucos etc, e geralmente são muito bem aceitos por pessoas sem apetite.

Fonte(via Ravena Libalde): http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/guia_vig_epi_vol_l.pdf

 

/ Comente /