jack3d

Jack3d – o que não vem escrito no rótulo

Tenho recebido diversas perguntas sobre esse suplemento, o Jack3d. Meus alunos de personal e da academia, amigos e outras pessoas, como o Roberto (abaixo), me perguntam se podem utilizar, se é seguro, se dá mesmo resultados.

“Prezado Diego, alguns ami­gos meus tem me indi­cado um pro­duto que deve ser usado antes de mal­har que se chama jack3d. achei difi­cil de com­prar aqui na grande vito­ria, cara. sabe me dizer se ele é seguro e se fun­ciona mesmo? vc indica para seus alunos quando? se ele tem algum risco gostaria que me falasse pois cada vez vejo mais gente usando.… nao quero usar algo que possa trazer riscos e na minha acad­e­mia (pre­firo nao falar qual é) os per­son­ais falam pouco sobre o assunto. detalhe: na net achei pouca coisa a respeito. abraço,

Roberto”

A enorme quantidade de produtos mágicos oferecidos pela indústria de suplementação nos deixa realmente atordoados e sem saber como julgar qual o melhor,  se realmente funciona e quais são os riscos. Por isso vou escrever um post sobre esse produto especificamente.

Quando pensamos em suplementação, sempre temos que lembrar de alimentação. Os suplementos nada mais são do que compostos isolados de determinadas substâncias presentes nos alimentos ou no nosso organismo. E por isso, uma análise criteriosa de cada componente do suplemento deve ser feita antes de ser consumido. Basicamente, devemos analisar o que é e para que serve cada item e seus efeitos colaterais.

O Jack3d é vendido como um super suplemento pré-treino, que irá te fazer ficar mais focado, levantar mais peso e te dar energia duradoura para treinos intensos!

Para confirmar isso e responder as perguntas que me fazem, busquei estudos com dados científicos sobre o Jack3d. Entretanto, em minhas pesquisas não encontrei experimentos com esse suplemento. O que fiz então foi procurar sua composição detalhada para analizá-la separadamente.

A composição do Jack3d é divida em 2 complexos.

COMPLEXO I: Y-RD™ (153,33 mg)

THEOPHYLLINE (TEOFILINA)

É também conhecida como dimetilxantina.  É uma droga usada no tratamento de doenças respiratórias como asma, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), tem efeitos estimulantes por possuir forma estrutural semelhante a da cafeína. Contudo, por causa dos seus efeitos colaterais agora é raramente utilizada clinicamente.

A teofilina é naturalmente encontrada na maior parte dos chás, só que em menores quantidades.

Suas principais ações são:

  • dilatar os brônquios no pulmão;
  • aumentar a força de contração do coração;
  • aumentar a frequência (ritmo) de contrações do coração;
  • aumentar a pressão arterial;
  • aumentar o fluxo sanguíneo nos rins;
  • efeito estimulante no sistema nervoso central (SNC), principalmente na parte responsável pelo controle da respiração

Alguns possíveis efeitos colaterias da Teofilina:

  • diarréia;
  • náusea;
  • aumento da frequência cardíaca;
  • cefaléia;
  • insônia;
  • irritabilidade;
  • tonturas;
  • vertingens

 1,3 DIMETHYLAMYLAMINE

A Dimethylamylamine ou Methylhexaneamine, é um componente do óleo da flor de Gerânio e por isso é vendida pela indústrias de suplementação como alimento dietético.

Quando isolada em laboratório, normalmente é utilizada como descongestionante nasal, por via oral ou nasal, por causa do seu efeito vasoconstritor.

Entretanto, essa droga não é aprovada pela Food and Drug Administration (FDA), nos EUA, pela falta de estudos conclusivos sobre sua dose segura e pelos efeitos estimulantes sobre o SNC semelhantes ao das anfetaminas e efedrina, o que pode ocasionar dependência.

Na Nova Zelândia frequentadores de festas noturnas consumiam comprimidos estimulantes que tinham como ingrediente ativo a Dimethylamylamine. Alguns efeitos adversos sérios foram relatados:

  • dores de cabeça;
  • náuseas;
  • acidente vascular cerebral (AVC)

E então, desde 2008 essa substância passou a ser considerada ilegal na Nova Zelândia.

No meio esportivo, já foram encontrados vários casos de doping por utilização da Dimethylamylamine.

Em 2009 cinco atletas jamaicanos foram pegos no exame pelo Comitê Jamaicano de Anti-Doping, pelo uso dessa droga como estimulante.

Durante os Jogos da Commonwealth neste ano, o atleta nigeriano Damola Osayemi perdeu sua medalha de ouro nos 100m, após ser detectada a substância Dimethylamylamine durante os testes de drogas. Em seguida, o teste de outro atleta nigeriano, Samuel Okon, que terminou em sexto nos 110m com barreiras, também deu positivo para a droga.

Ainda em 2010, em outubro, dois ciclistas Portugueses, foram pegos no dopping durante o Campeonato Nacional Português no final de junho. O Australian Sports Anti-doping Authority suspendeu nove atletas australianos da Liga de Futebol Australiano e Liga Nacional de Rugby também em outubro.

Em novembro foi a vez da África do Sul encontrar a substância em dois  jogadores de Rugby na turnê anual de Rugby do Hemisfério Norte, os jogadores foram suspensos e imediatamente mandados de volta casa, apesar de terem alegado que consumiram a substância involuntariamente, sob a forma de medicação para os sintomas da gripe.

Por esses fatos, a partir de 2010, a World Anti-Doping Agency incluiu a Dimethylamylamine na lista de substância ilegais.

DIBENZO

Essa substância é da família das Benzodiazepinas, que são um grupo de medicamentos utilizados para tratamento de ansiedade, amnésia anterógrada ou como sedativos, hipnóticos, relaxante muscular e ainda anticonvulsionante. Ela tem uma grande capacidade de deprimir o SNC, ou seja, diminuir a atividade cerebral.

Alguns efeitos adversos do seu uso:

  • Sedação;
  • Euforia;
  • Amnésia;
  • Indiferença e má avaliação do perigo;
  • Exacerbar muito os efeitos do álcool;
  • Confusão mental;
  • Hipotermia (diminuição da temperatura corporal);
  • Dependência;
  • Aumento da hostilidade (agressividade);
  • Ataxia (falta de coordenação nos movimentos);
  • Anemia;
  • Alucinações.

Nome de alguns tipos de benzodiazepínicos:

  • Diazepam ou Valium;
  • Lorazepam;
  • Clonazepam ou Rivotril;
  • Bromazepam ou Lexotan.

SCHIZANDROL A

O Schizandrol A possui a seguinte combinação: 2, 3, 4, 1, 2, 3-hexamethoxy-6,7-dimetil-1, 2,3,4-dibenzo-1,3-cyclooctadien-6-Ol e junto com o Dibenzo, atuam no funcionamento cerebral inibindo o SNC.

Ele provoca o aumento nas concentrações de dopamina e serotonina no cérebro, levando a um aumento na sensação de prazer e bem estar, por isso, também pode ser utilizado no tratamento de transtornos de comportamento, ansiedade e depressão. Entretanto, existem poucas pesquisas com a sua utilização em humanos, somente em roedores.

COMPLEXO II: ATP-Carnosina-Vaso Complex™ (3500,00 mg)

CREATINA MONOHIDRATADA

A creatina é um composto encontrado nos músculos na de forma de Creatina Fosfato (CP), pois em sua estrutura química existe uma molécula de fósforo adicionada.

Como suplemento, é utilizada normalmente em modalidades esportivas que exigem uma grande produção de força, e de maneira rápida. Nos alimentos é encontrada em maiores quantidades nas carnes em geral.

BETA ALANINA

É um aminoácido não essencial presente no nosso organismo, que tem participação em todas as vias energéticas: carboidratos, proteínas e gorduras. Ela atua no reconhecimento dos nutrientes que serão utlizados pela célula, na regulação da atividade de certos tipos de enzimas, no metabolismo do Triptofano (aminoácido formador de Serotonina) e também auxilia no aumento da síntese proteíca (formação de novas proteínas).

ARGININA

É também um aminoácido presente no nosso organismo, porém essencial.

A arginina é o precursor imediato do Óxido Nítrico e esse por sua vez promove relaxamento dos vasos sanguíneos, diminuindo a pressão arterial. Também é importante para produção de creatina e tem papel fundamental na divisão celular (mitose e meiose), na cicatrização de feridas, na remoção de amônia do corpo, no sistema imunológico e na produção de alguns hormônios.

ALFA-CETOGLUTARATO

Conhecido também como Ácido Alfa-Cetoglutarato tem participação na formação de energia celular sendo uma peça chave no Ciclo de Krebs (ciclo formador de energia dentro das células). Além de regular a produção de energia, outra função importante desse ácido é a formação de ácido glutâmico ou Glutamina, aminoácido essencial para controlar a reparação de tecidos no corpo (pele, músculos e outros) e manter o sistema imunológico.

OUTROS INGREDIENTES

ÁCIDO CÍTRICO

O ácido cítrico é um antioxidante encontrado na maioria das frutas, sobretudo nas mais cítricas, limão, laranja, acerola.

Sua função é ajudar a remover os átomos de oxigênio que “sobram” no nosso corpo, retardando o processo de envelhecimento.

SUCRALOSE

É um adoçante derivado do açúcar, bastante utilizado em bebidas de baixa quantidade calórica.

ACESULFAME-K

Adoçante dietético bastante utilizado em doces, bebidas e chicletes. Ele não é metabolizado pelo organismo humano, sendo eliminado com a mesma forma em que foi ingerido.

IMPORTANTE!

Todas as substâncias descritas no COMPLEXO I atuam no funcionamento do Sistema Nervoso Central e podem causar dependência.

OPINIÃO PROFISSIONAL

Infelizmente, na indústria da suplementação existem poucos estudos comprovando a eficácia de alguns produtos e estes, acabam sendo consumidos de maneira equivocada pelas pessoas. O mais importante quando se trata de eficiência e segurança é SEMPRE procurar orientação de profissionais sérios e qualificados para entender qual a real necessidade da suplementação,  qual tipo de produto e qual a dosagem mais adequada para você.

Quanto ao Jack3d,  sou totalmente CONTRA o seu consumo, não indico, não compro e não recomendo. Haja visto, os componentes utilizados em sua fabricação, apoiado pela falta de registro na Food and Drugs Administration (FDA) nos EUA e também na Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA) no Brasil.

Lembre-se sempre:

Não existe nada fácil.

Se for muito fácil desconfie!

Porque talvez não esteja correto.

 Abraços e bons treinos!

OBS: se gostar do post pode comentar e recomendar viu?  =-)

— 24/05/11 —

Olá pes­soal, como há muito vocês já haviam me avi­sado, parece os com­po­nen­tes do Jack3d foram modi­fi­ca­dos desde quando colo­quei a maté­ria na página.

Con­tudo, a “1,3-Dimethylamylamine” e “Shi­zan­drol A” con­ti­nuam em sua fór­mula, e como você leram ante­ri­or­mente esses 2 com­po­nen­tes inter­fe­rem no fun­ci­o­na­mento cere­bral, podendo levar a depen­dên­cia, jun­ta­mente com a cafeína.

Relem­brando, minha inten­ção não é ser con­tra ou a favor deste ou daquele suple­mento, e sim ten­tar infor­mar sobre os efei­tos e ris­cos para que vocês pos­sam esco­lher com mais segurança.

Con­ti­nuem pos­tando seus comen­tá­rios, suas expe­ri­ên­cias aju­dam bastante.

Abra­ços e bons treinos!

— 25/05/11 —

ATENÇÃO!

Qualquer comentário referente a compra e venda de suplementos será excluído.

— 23/11/11 —

Escrevi o post baseado em artigos das substâncias isoladas e meu conhecimento profissional, como relatei no início, já que não existe ainda um estudo somente com o Jack3d. Para  quem quiser saber mais seguem as fontes.

THEOPHYLLINE (TEOFILINA)

http://www.einstein.br/biblioteca/artigos/141%20%20142.pdf

http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=224445&indexSearch=ID
http://pediatriasaopaulo.usp.br/upload/pdf/166.pdf
http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=42088&indexSearch=ID
1,3 DIMETHYLAMYLAMINE
http://journals.lww.com/anesthesiology/Citation/1959/01000/Cardiovascular_Effects_of_Some_Commonly_Used.12.aspx
http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS&lang=p&nextAction=lnk&exprSearch=209563&indexSearch=ID
http://www.sciencedirect.com/science?_ob=ArticleURL&_udi=B6WMD-4F1J81C-NG&_user=10&_coverDate=04%2F30%2F1972&_rdoc=1&_fmt=high&_orig=gateway&_origin=gateway&_sort=d&_docanchor=&view=c&_searchStrId=1680950763&_rerunOrigin=scholar.google&_acct=C000050221&_version=1&_urlVersion=0&_userid=10&md5=92c534710c5941fa3e0479e7b010f595&searchtype=a
DIBENZO
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-311X2000000200006&script=sci_arttext
http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbp/v26n1/a08v26n1.pdf
http://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=4MABMI1eL-wC&oi=fnd&pg=PA9&dq=benzodiazepinicos&ots=ExkvQA1U5p&sig=yt9sMFco8NfsDUoQTQeAjRjlF20#v=onepage&q=benzodiazepinicos&f=false
http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/bvsSP/?IsisScript=iah/iah.xis&nextAction=lnk&base=TESESSP&lang=p&format=detailed.pft&indexSearch=ID&exprSearch=41950
http://www.sciencedirect.com/science?_ob=ArticleURL&_udi=B6T56-475JFGT-5&_user=10&_coverDate=07%2F15%2F1982&_rdoc=1&_fmt=high&_orig=gateway&_origin=gateway&_sort=d&_docanchor=&view=c&_searchStrId=1680967482&_rerunOrigin=scholar.google&_acct=C000050221&_version=1&_urlVersion=0&_userid=10&md5=8bcf75e2cd78b09ce9d916c49eb9ba1a&searchtype=a
SCHIZANDROL A
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/1678991
http://en.cnki.com.cn/Article_en/CJFDTOTAL-YXXB198306003.htm

Abraços e bons treinos!

/ Comente /